Pesquisa Personalizada Google

Ouça Estudos de Temas Bíblicos Agora:

Pesquisa Personalizada Google

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Terapia para ex-fumantes

Estudo sugere terapia para ex-fumantes contra câncer de pulmão:

Uma pesquisa da Universidade do Texas sugere que tratamento com um derivado da vitamina A, o ácido retinóico, pode ajudar a reduzir o risco de câncer de pulmão em ex-fumantes, que continua elevado.
Acredita-se que células do pulmão danificadas durante anos de tabagismo podem continuar a crescer e produzir câncer mesmo que a pessoa tenha abandonado o hábito.
Cientistas descobriram que a terapia reduz o crescimento destas células pulmonares. O estudo foi publicado na revista científica Journal of the National Cancer Institute.
O risco de desenvolver a doença se mantém elevado muitos anos depois que as pessoas abandonam o hábito de fumar e nunca chega ao nível mais baixo dos não-fumantes.
Os pesquisadores do MD Anderson Cancer Center da universidade concentraram seu estudo em 225 pessoas que haviam fumado muito no passado, antes de abandonarem o hábito.
Os voluntários foram divididos em três grupos e tratados por três meses com uma combinação de um tipo de ácido retinóico com vitamina E, ou com uma forma diferente de ácido retinóico isolado, ou ainda com um placebo.
Os pesquisadores examinaram amostras de tecido pulmonar de todos os voluntários antes e depois do tratamento. Eles mediram a proliferação de células ao registrar os níveis de um marcador químico chamado Ki-67.
Ambos os tratamentos reduziram a proliferação das células em uma camada das células pulmonares - a chamada camada parabasal. Mas eles ficaram surpresos de que não houve redução do crescimento da célula em uma segunda camada - camada basal.
Segundo os pesquisadores, é necessário realizar mais pesquisas para verificar com exatidão os efeitos do tratamento com ácido retinóico.
Mas no artigo, eles afirmam que uma diminuição na proliferação de células pulmonares deveria desacelerar o número de células em que as coisas podem dar errado, e minimizar o potencial para crescimento celular descontrolado. (BBC Brasil)

Nenhum comentário:

Pesquisa Google