Pesquisa Personalizada Google

Ouça Estudos de Temas Bíblicos Agora:

Pesquisa Personalizada Google

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Sex-appeal ligado ao ato de fumar

Cidades com mais fumantes do sexo feminino do que masculino é uma tendência mundial. A informação é da oncologista e pesquisadora da Secretaria Municipal da Saúde de Florianópolis e do Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon) de Santa Catarina, Senen Hauff.


De acordo com oncologista, a Suíça, por exemplo, vive esse panorama já alguns anos. Assim como outros problemas de saúde, o tabagismo também é uma epidemia, com as fases de início, auge e declínio.

Senen explica que, enquanto os homens começaram a fumar por volta de 1800, as mulheres iniciaram na época da Segunda Guerra Mundial.

– Foi quando a indústria percebeu no sexo feminino um consumidor promissor. A publicidade passou a oferecer produtos com conceitos explorando o sex-appeal e associando o ato de fumar ao charme, poder, independência e controle de peso. Além disso, desenvolveram cigarros com açúcar e aromatizantes, como chocolate, menta e cravo – conta.

Um dos problemas no aumento de mulheres fumantes é quanto à maternidade. A pesquisadora coloca que cerca de 15% a 20% delas continuam fumando na gestação e o ato implica diretamente no índice de mortalidade infantil.

Gestantes que fumam correm risco de sofrer aborto, ter parto prematuro ou de gerar filhos com defeitos físicos e com maiores chances de ter asma.

Outra questão está relacionada à amamentação. A nicotina presente no leite materno causa cólicas, diarreia e menor ganho de peso no bebê.

Além disso, as mulheres são consideradas exemplos de comportamento para os filhos e influenciam diretamente no número de fumantes.

– O câncer é uma doença socialmente transmitida e, geralmente, os filhos imitam o que a mãe faz. É o modelo que eles têm dentro de casa – ressaltou a oncologista.

No mínimo, o cigarro causa na mulher 10 tipos de câncer

Outro agravante é quanto ao uso do cigarro com método anticoncepcional ou terapia de reposição hormonal. A pesquisadora ressalta que essa combinação, principalmente em mulheres acima de 30 anos, é proibitiva, pois pode causar trombose, enfarto e acidente vascular cerebral.

– O cigarro causa no mínimo 10 tipos de câncer e ainda influencia na estética, pois causa enrugamento, mau hálito e deixa os dentes amarelados. Ele tem risco maior de infertilidade, câncer de colo de útero, menopausa precoce e dismenorreia (sangramento irregular). [Fonte: DC]

Nenhum comentário:

Pesquisa Google