Pesquisa Personalizada Google

Ouça Estudos de Temas Bíblicos Agora:

Pesquisa Personalizada Google

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

MOTIVOS PARA DEIXAR DE FUMAR

Dez motivos para abandonar o cigarro

Por Lola Felix

Os pulmões são órgãos vitais, mas nem assim, garantir seu bom funcionamento é razão suficiente para convencer os 23 milhões de fumantes brasileiros a largarem o cigarro. Como nesta quarta-feira, dia 29 de agosto, é o Dia Nacional de Combate ao Fumo, selecionamos 10 outros motivos para abandonar o tabagismo. Se você é fumante, escolha o seu e reflita:
1- Garanta a saúde dos seus filhos, os que você já teve e os que você terá:
Se a mulher está grávida, é melhor abandonar o tabagismo abruptamente. Filhos de fumantes correm risco de nascer com baixo peso, uma vez que o fluxo placentário é reduzido. Voltar a fumar depois que a criança estiver maior também não é uma boa idéia. "A criança acaba acumulando nicotina no sangue, o que aumenta as chances de ela se tornar viciada na substância mais tarde", alerta a oncologista Nise Yamaguchi, médica pesquisadora da divisão de pneumologia do Hospital das Clínicas (HC) e membro da aliança Contra o Tabagismo. A produtora de elenco Silvia Gattai, de 27 anos, parou de fumar quando descobriu estar grávida de Júlia, hoje com 5 anos. "Não tive coragem de fumar na gestação, nem de continuar fumando", confessa Silvia.
2 - Economize dinheiro:
A média de consumo do fumante brasileiro é de um maço/dia. Considerando que a média de preço de cada maço é de R$ 3, a pessoa poderia economizar até R$ 1.095 ao ano.
3 - Não acelere o envelhecimento:
A pele do fumante piora por deficiência de circulação. "O oxigênio não chega aos tecidos e os vasos sanguíneos ficam menos irrigados", explica a cardiologista Jaqueline Issa, diretora do Programa de Tratamento do Tabagismo do Instituto do Coração (Incor) . O resultado? Um rosto mais flácido e sem brilho.
4 - Mantenha eternamente o sorriso:
A gengiva do fumante é mais inflamada. Além disso, ele apresenta mais casos de placa bacteriana, causada pela baixa imunidade local. "Muita gente, no extremo da gengivite, acaba perdendo dentes", relata a oncologista Nise Yamaguchi, do HC.
5 - Deixe a vida mais perfumada:
Não é só o hálito do fumante que melhora assim que ele abandona o cigarro. Roupas, pele e carro também agradecem a distância do tabaco. "Fiz muitíssimo bem em largar o cigarro. A vida agora é muito mais saudável e cheirosa", diz Chico Damaso, 48 anos, que parou de fumar por causa dos quatro filhos. "Às vezes o fumante só vai saber que tinha um odor fétido depois que pára de fumar, e acaba ficando envergonhado", diz a cardiologista Jaqueline Issa, do Incor.
6 - Liberte-se da escravidão do cigarro:
O fumante pode jantar no melhor restaurante de Paris, beber o melhor vinho, comer o melhor prato. Nada vale se não houver um cigarrinho no final ou durante o jantar. "Ele é refém do prazer de fumar", considera a cardiologista Jaqueline Issa.
7 - Troque o cigarro pela atividade física:
Infelizmente, parar de fumar pode fazer com que a pessoa engorde sim, uma vez que a comida passa a ter sabor. A estratégia é substituir um hábito ruim (o tabagismo) por outro bom (o exercício físico). Fácil não é, mas quem faz não se arrepende.
8 - Poupe sua memória:
A oncologista Nise Yamaguchi diz que, com a diminuição da vascularização, o cérebro envelhece mais rapidamente e a memória fica comprometida. "Enquanto fuma, a pessoa tem uma pseudo sensação de inteligência, pois alguns neurotransmissores no cigarro aceleram o pensamento", diz Nise. Assim que deixa o tabaco, a pessoa pode se sentir um tanto lenta. Exercícios, vitaminas e aminoácidos podem acelerá-la novamente.
9 - Passe menos tempo no trabalho:
Segundo a oncologista Nise Yamaguchi, quem fuma perde até sete dias por ano, contando as escapadinhas ao fumódromo e as licenças por doenças causadas pelo cigarro.
10 - Para aquela cirurgia dar certo:
Muitos médicos recomendam aos pacientes deixarem o cigarro antes de uma cirurgia. "É que o cigarro pode trazer complicações pulmonares, além de piorar a cicatrização de feridas", explica a cardiologista Jaqueline Issa. Abandonar o tabaco dois meses antes de cirurgias diminui riscos.
Você está pronto para parar de fumar?
Escolha o número que melhor descreve o quão importante cada afirmação é para você. Se ela não se aplicar a você, selecione a opção número 1.
1. Parar de fumar me deixa irritado
2. Eu posso ficar mais estressado se abandonar o tabagismo.
3. Largar o cigarro dificultará meu convívio com fumantes.
4. Terei de lidar com os sintomas de abstinência.
5. Se eu parar, reduzirei o risco de ter doenças cardíacas ou câncer.
6. Eu serei um bom exemplo para outros se parar de fumar.
7. As roupas, o carro e minha casa terão um cheiro melhor se parar de fumar.
8. Eu não estarei expondo outras pessoas ao fumo passivo.
Pontuação: Nada importante - 1 ponto. Pouco importante - 2 pontos. Razoavelmente importante - 3 pontos. Muito importante - 4 pontos. Extremamente importante - 5 pontos.
Some suas respostas:
Resultado:
Se o valor foi 16 ou mais: Você pretende parar de fumar nos próximos seis meses. Procure um médico para ajudá-lo nesse processo.
Se o valor foi menor que 16: Você não pretende parar de fumar nos próximos seis meses. Pense mais sobre o assunto e pergunte a si mesmo quais são as razões que o levam a querer parar de fumar.
Se precisar de mais informações sobre tabagismo, os benefícios associados à cessação e como largar o cigarro, visite o site www.euqueroparar.com.br

Nenhum comentário:

Pesquisa Google