Pesquisa Personalizada Google

Ouça Estudos de Temas Bíblicos Agora:

Pesquisa Personalizada Google

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Cigarro mentolado é mais difícil de largar, diz estudo

Os reguladores americanos publicaram nesta terça-feira uma revisão científica de dados, mostrando que os cigarros mentolados são mais difíceis de largar do que os normais.
Nesse sentido, solicitaram informação pública sobre uma possível proibição desse produto.
Os cigarros de sabor mentolado não estão vinculados a um maior risco de doença, mas representam "um risco de saúde maior do que os observados nos cigarros não mentolados", afirmou a FDA, agência que administra os alimentos e os remédios nos EUA.
A FDA afirmou que "busca informação adicional que ajude a agência a tomar decisões mais bem informadas sobre os cigarros mentolados" e, com esse objetivo, abre um período de 60 dias para receber comentários públicos relacionados a "possíveis opções regulatórias".
A revisão independente da FDA e a literatura científica disponível mostra que os novos fumantes preferem "substancialmente" os cigarros mentolados.
Os fumantes desse tipo de cigarro têm mais probabilidade de fumar seu primeiro cigarro cinco minutos depois de acordarem, o que sugere que o sabor mentolado está vinculado a uma "dependência maior", declarou a FDA.
Além disso, para os fumantes de mentolados, em especial os afro-americanos, foi mais difícil parar de fumar do que para aqueles que fumam cigarros normais.
"Isso é consistente com as observações de que os fumantes de cigarro mentolado parecem depender mais da nicotina do que os que não fumam mentolados, o que pode ser um importante fator para conseguir deixar de fumar", afirmou a revisão da FDA.
Os cigarros mentolados representam cerca de 25% do total de vendas nos EUA e são particularmente populares entre os jovens fumantes afro-americanos, como mostra a investigação.
"Os cigarros mentolados apresentam problemas de saúde pública", declarou a comissária da FDA, Margaret Hamburg.
"A FDA está comprometida com um enfoque baseado na ciência, que se ocupa das questões de saúde pública apresentadas pelos cigarros mentolados, e a opinião pública nos ajudará a tomar decisões mais (bem) informadas sobre como tratar desse importante assunto no futuro", completou.
A associação Campaign for Tobacco-Free Kids disse que a última revisão científica é "sólida" e comentou que "deve pressionar a FDA a reagir o mais rápido possível para proibir os cigarros mentolados nos EUA".
As descobertas reproduzem as do Comitê de Assessoramento Científico de Produtos de Cigarro da FDA, que em março de 2011 concluiu que eliminar o cigarro mentolado do mercado beneficiaria a saúde pública.
O consumo de cigarro mata mais de 400 mil pessoas anualmente nos Estados Unidos e custa US$ 96 bilhões à saúde pública, de acordo com dados da Campaign for Tobacco-Free Kids.[Fonte: Terra]

Nenhum comentário:

Pesquisa Google